Respeito é um habito necessário no trânsito

0d8892ec-fa87-46b7-ae0b-29d477aa43a1

Respeito e controle das emoções no trato com as pessoas no dia-a-dia foi uma das boas lições que trouxe a pandemia causada pelo coronavírus – COVID-19. A conclusão é das psicólogas Cristina Brumati e Taline Comarella durante a realização da 5ª Live: Respeito, Empatia e Afetividade no Trânsito, promovida pela MTU/ STU em parceria com Sest Senat Cuiabá.

Inicialmente, a psicóloga Crtristina Brumati orientou os motoristas do transporte coletivo de Cuiabá e Várzea Grande a manterem a postura cordial de solicitar aos passageiros que utilizem a máscara corretamente. Do mesmo modo, a profissional pediu a população paciência quanto ao uso da máscara já que o motorista está seguindo os protocolos determinados pela Organização Mundial de Saúde e a Prefeitura Municipal de Cuiabá.

A afetividade nas relações pessoais foi um outro tema discutido na 5ª Live: Respeito, Empatia e Afetividade no Trânsito. As psicólogas explicaram que as pessoas não conhecem suas emoções e é necessário perceber quando estamos com raiva, tristes, ansiosos. “É preciso perceber nossos sentimentos e mudar os pensamentos negativos. Para quem vive no trânsito isso é fundamental”, alertou Cristina.

O trânsito é comportamental já que cada um tem uma personalidade e emoções diferentes. “ Precisamos olhar o outro com empatia. Se o motorista do ônibus está atrasado, pergunte a ele com calma, provavelmente ele encontrou um acidente no trânsito. Respire fundo e tenha uma postura correta”, indicou Brumati para que todos evitem conflitos desnecessários.

Cristina e Taline comentaram ainda que é preciso lembrar que todos somos seres humanos e cada um carrega consigo seus conflitos. “ Temos que entender que é muito mais saudável tratar os outros com respeito. É um hábito que devemos manter sempre”, finalizou.

Todas as lives estão disponíveis no instagram @mtu_transportes.

Assessoria de Imprensa MTU