Passageiros se recusam usar máscara e quebram ônibus em Cuiabá

WhatsApp Image 2019-06-17 at 09.32.18

Dois passageiros quebraram o parabrisa de um ônibus do transporte coletivo de Várzea Grande, região metropolitana, nesta sexta-feira (15), depois que o motorista pediu que ele colocasse máscara. O uso obrigatório de máscara foi determinado por uma lei sancionada pelo Governo do Estado como medida de prevenção contra a Covid-19.

De acordo com o gerente da empresa União Transportes, Cícero Neponuceno , o ônibus atingido faz linha do Terminal André Maggi, em Várze Grande, até o Morro da Luz, no Centro de Cuiabá. Essa ocorrência foi por volta das 7h.

E essa não a única situação dessa natureza. Cerca de 1 hora antes, outro passageiro da linha 08A, que faz o percurso do Jardim Glória, em Várzea Grande para Centro de Cuiabá, passando pela Avenida Mário Andreazza, o motorista acionou a polícia para retirar um passageiro sem máscara.

“Por volta das 6h, na região da Avenida Generoso Ponce, o motorista pediu para que um passageiro que estava sem máscara descesse do ônibus, mas ele se recusou. Então o motorista chamou a Polícia Militar que retirou o homem do veículo”, explicou Cícero.

Ao solicitarem o uso da máscara, os motoristas do transporte coletivo estão cumprindo uma lei sancionada pelo Governo do Estado, tornando o uso de máscara obrigatório, em todo o estado, a partir do dia 22 de abril.

De acordo com a Polícia Militar, 27 mil pessoas já foram abordadas em todo o estado, seja por estarem sem máscaras, seja por estarem em locais inadequados ou descumprindo as medidas restritivas determinadas pelo governo.

Dentro deste número, muitas pessoas procuram a polícia para pedir orientações sobre a medidas corretas a serem adotadas.

Site FolhaMax
Lidiane Moraes