MTU entrega sugestões para melhoria do transporte público aos candidatos a prefeito de Cuiabá e Várzea Grande

WhatsApp Image 2020-10-07 at 17.31.15 (1)

A Associação Matogrossense de Transportadores Urbanos (MTU) iniciou hoje a entrega de um guia direcionado aos futuros prefeitos de Cuiabá e Várzea Grande para melhorar o serviço de transporte coletivo. A publicação, coordenada pela Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP), organiza em oito temas as principais medidas a serem tomadas para um transporte público eficiente, com foco no ônibus urbano, responsável por 85,7% dos deslocamentos de pessoas em transporte público nas cidades brasileiras.

 

Especialistas, montadoras/fabricantes de ônibus, empresas operadoras do transporte coletivo e poder público se dispuseram a contribuir com propostas viáveis e, na maioria, possíveis de implantação durante a vigência do mandato dos futuros eleitos (2021/2024). 

As sugestões passam por desafios e soluções para equacionar os principais problemas do transporte coletivo urbano no Brasil. A transparência das informações básicas sobre o serviço de transporte, como contratos, operação, custos envolvidos e outros itens figura como a primeira sugestão do guia.

 

A publicação também trata da necessidade de adoção de um novo modelo de contratação do serviço de transporte público que solucionaria problemas crônicos, tais como o cálculo das tarifas baseado no número de passageiros transportados ao invés da qualidade do serviço. Outro desafio para um transporte coletivo urbano de qualidade é a falta de infraestrutura urbana adequada. Nesse sentido, a cartilha aponta a priorização do transporte como solução e detalha passo a passo como fazer isso.

 

O custeio ou custo do transporte público coletivo também está nessa lista para melhorar o serviço, que hoje é coberto basicamente pela tarifa pública, cobrada dos passageiros. A publicação aborda ainda a questão do financiamento e investimentos no serviço de ônibus urbano no Brasil e indica soluções para a falta de recursos e linhas de crédito que impedem ou retardam as melhorias na infraestrurura urbana.

 

“Esse modelo de custeio está ultrapassado e impede a melhoria do sistema porque todo o ônus recai sempre sobre quem paga a passagem”, esclarece o presidente da ANTP.

 

Outra referência para a melhoria do coletivo urbano está nos padrões de qualidade. O item refere-se à necessidade de estabelecer padrões e adotar ações para tornar o serviço de transporte público brasileiro mais eficaz e satisfatório aos usuários.

 

As ações emergenciais fecham a lista de sugestões do guia, focadas no desafio de solucionar o desequilíbrio econômico-financeiro do setor de transporte público gerado pela pandemia da Covid-19. Medidas adotadas em várias cidades que estão tendo papel fundamental para a manutenção das operações este ano e que talvez precisem ser prorrogadas para o ano que vem, quando os eleitos tomam posse.

O Guia para os candidatos a prefeitos está disponível no link: 

https://www.ntu.org.br/novo/upload/Publicacao/Pub637369013673579053.pdf